sábado, 12 de setembro de 2009


Enquanto meu guerreiro se queda de cansaço depois da dura batalha, eu o dispo de sua armadura e espada e o deito docemente sobre o seio.
Ele adormece. No seu sono agitado passeiam bruxas e demonios. Olho para ele e meu coração se enche de amor, me derreto em luz e invado seu sonho. Com a força das guerreiras amazonas transformo bruxas em fadas, demonios em anjos.
Cansada da luta retorno ao meu leito a tempo de ver meu guerreiro abrindo os olhos...
- Sonhei que você era uma guerreira lutando com demonios – diz ele.
Sorrindo adormeço.

2 comentários:

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...LLENA
LA
NOCHE
LLEVO
LA
VELA
DEL
VIENTO
HECHO
HELADA
TRAS
SU MURO
DE LANA
AL
LLEGAR
LA LUNA
EN LA
MAÑANA...



DESDE MIS --- HORAS ROTAS ---


TE SIGO ALTAR DE LUA---


COMPARTO TU BELLO BLOG

CON UN FUERTE ABRAZO

DE EMOCION Y FANTASIA

DENTRO.



AFECTUOSAMENTE:


JOSE
RAMON...

Lulih Rojanski disse...

Ara, estou enlevada pela doçura deste conto.
Nunca mais demore tanto longe daqui...
Um beijo