sábado, 21 de agosto de 2010


Ouça, vá viver
Sua vida com outro bem
Hoje, eu já cansei
De pra você, não ser ninguém...
O passado não foi o bastante,
Pra lhe convencer,
Que o futuro seria bem grande,
Só eu e você...


Quando a lembrança,
Com você for morar,
E bem baixinho,
De saudade você chorar,
Vai lembrar, que um dia existiu,
Um alguém, que só carinho pediu
E você,
Fez questão de não dar,
Fez questão de negar.

Um comentário:

Ludiane Allves disse...

Lindo poema...digno de reconhecimentos!
bjs