terça-feira, 9 de outubro de 2012




Historias de fazer sorrir: meu projeto sai da gaveta.
Araciara Macedo

Tenho uma novidade maravilhosa que quero dividir com todos, mas é uma novidade que precisa ser contada através de uma historinha então vou ocupar um pouco do tempo de vocês todos para dividir um pouco da felicidade que começou a bater no meu peito.
Em 1996, quando João Alberto Capiberibe assumiu o governo, o Amapá respirava mudança, queríamos a melhora de uma era de caos e bagunça. Capi assumiu levantando a bandeira do desenvolvimento sustentável o que nós adotávamos como uma tabua de salvação.
Eu fui trabalhar no antigo TERRAP, Instituto de Terras do Amapá, e adorava o trabalho que desenvolvia. Saia de manhã e só voltava no final da tarde, foi quando ganhei de presente do papai do céu a minha princesa Ariel, uma garotinha linda, branquinha, com a boquinha que parecia um morango maduro.
Sempre tive o costume de contar historinhas infantis para os meus filhos na hora de dormir, com Ariel não foi diferente, só que eu contava as historias que conhecia, branca de neve, bela adormecida e outras. Um dia me toquei, o que estou fazendo? Enquanto brigamos pelo reconhecimento da nossa cultura eu conto para minha filha historias que nem sei a origem? Então resolvi mudar o foco.
A Amazônia é rica em historias e personagens e fui buscar esses personagens para ensinar Ariel a gostar do que é nosso. Contava historias do boto, da mãe do ouro, da Yara, do nascimento do açaí e por ai vai.
Minhas historias não tinham roteiro e vez ou outra eu mudava a maneira de contar, Ariel, muito esperta, me chamava a atenção, “mãe não é assim”, e contava exatamente do jeito que eu tinha contado antes. Bom o resultado de tudo isso é que resolvi escrever um livrinho pra ela, “Historinhas de Ariel”. Um projeto que deixei engavetado durante muito tempo.
Antes de encarar o meu tratamento aqui em Santa Catarina eu resolvi desengavetar o projeto e leva-lo adiante, procurei pessoas que me amam e em quem confio, Andreia Lopes, Iran, Rita Torrinha, os meninos estão ai trabalhando o lançamento do livro que acontecerá em dezembro, exatamente no dia 22, será o meu presente de natal para a nossa moleca e para os pais também, acredito que existam vários que adoram contar historias para os filhos.
O livro abre com a narração do nascimento da minha filha, como todos sabem em Macapá, eu nunca pude ter filhos naturais e foi a forma que encontrei de contar para ela que a minha barriga não cresceu embora eu tenha conseguido amamenta-la. Tem outras historinhas interessantes e eu tenho certeza que será um grande sucesso.
Estou contando com o apoio dos meninos para me substituir na produção enquanto eu estiver por aqui, mas se o papai do céu for muito bom eu voltarei logo e vou arregaçar as mangas para fazer deste lançamento um evento como o Teatro das Bacabeiras jamais viu.
Me aguardem! Prometo a todos que estou voltando para área de produção cultural com a garra, o prazer, o profissionalismo que sempre me acompanhou nos trabalhos que produzi, a diferença é que agora o foco muda e eu sou a grande estrela, em dezembro nasce Araciara Macedo escritora infantil.
Espero que vocês me recebam e braços aberto, acho que tenho espaço também, afinal sou artista mesmo sem querer. João Alberto Capiberibe, quando me colocou no cargo de Assessora de Comunicação, jamais iria imaginar que estava me dando o maior presente da minha vida, foi através disso que descobri o prazer de escrever. Obrigada Capi, sou escritora sim e você é um dos grandes responsáveis por isso.
Até semana que vem!!!

Nenhum comentário: