quinta-feira, 11 de julho de 2013

Quando me tocas meu amor, meu ventre se incendeia, queimo inteira com a força da tua paixão.
E quando me beijas então? Ah meu amor quando me beijas! Sinto como um passamento, um desmaio, o meu corpo inteiro responde, até minha alma se sente beijada.
Quando leio nos teus olhos o teu querer, quando roças a barba por fazer em meu rosto, quando dizes palavras indecentes aos meus ouvidos, ah meu amor não sabes como me deleito.
E quando no afã do desejo afagas os meus seios o meu corpo cria vida própria e me derramo inteira por você.
E no final do nosso amor quando me deitas no teu colo macio e falas do teu amor por mim sinto que tudo vale a pena para ter você.

Nenhum comentário: