terça-feira, 17 de setembro de 2013



Não me perguntes o que amo em você, porque se o fizeres terei que dizer que amo a forma dos teus olhos quando me olhas desse jeito safado que só nós dois conhecemos,
terei que dizer que amo o sabor da tua boca quando em êxtase me sugas os lábios,
terei que dizer que amo a maciez dos teus cabelos,

Não me perguntes querido meu, porque terei que dizer que amo a forma do teu corpo quando te moldas ao meu e cavalgas as minhas pradarias,

Ah meu amor, carinho do meu carinho, pele da minha pele, não sei o que responder, porque amo todo o conjunto perfeito que forma você.

Nenhum comentário: